metade dos lucros das vendas revertem para a Fundação Viscondes de Messangil em Pias

Os Margaça de Pias


A Sociedade Agrícola de Pias foi fundada, em 1973, por José Veiga Margaça, um comerciante de Torres Vedras que encontrou nesta pequena freguesia o potencial para se instalar e produzir vinhos originais e de grande qualidade. A sua paixão pela terra e o profundo conhecimento e respeito pelo Alentejo, permitiram-lhe desbravar, durante décadas, novas formas de produção e criar vinhos que honrassem o terroir único de Pias. ​Nas suas herdades, estendidas entre Serpa e Moura, no extremo oriental do Alentejo, num total de 800 hectares, iniciou um intensivo processo de restruturação das vinhas, organizando-as em parcelas e por castas, renovou a adega oferecendo-lhe o melhor da tecnologia e rodeou-se de gentes da terra, a quem gerou emprego e riqueza. ​Durante décadas reforçou o seu portefólio, ganhou prémios e criou toda a logística de distribuição, transformando a Sociedade Agrícola de Pias numa empresa autónoma e vários dos seus vinhos em referências do mercado português. ​

O legado de José Veiga Margaça continua hoje nas mãos da família, e são seus os filhos e netos que mantêm viva a tradição de Pias e honram os valores que alicerçam o projeto desde a sua fundação, sempre com uma visão contemporânea e próxima do consumidor moderno. ​